Ah, o amor…

Sou sempre questionada sobre a minha autoaceitação. Mais difícil do que me amar sendo gorda é fazer as pessoas acreditarem que isso é possível. Eu não tenho dias mais ou menos tristes por causa do meu peso. Isso é realmente algo que não me incomoda, porque aprendi a enxergar além das minhas formas.

Depois de uma infância com “peso padrão”, cheguei a uma adolescência de 100 kg. Entre tantas dietas que fiz, perdi 35 kg e encontrei grande parte deles em seguida. Hoje, aos 24 anos, peso 90 kg e estou na melhor fase da minha vida, porque aprendi que não existe fase melhor do que a que estamos vivendo. A experiência fez amadurecer o meu olhar para a vida e, consequentemente, diante do espelho e para os que estão ao meu redor.

Quando olho pra mim, penso como Fernando Pessoa:

“Amo como ama o amor.
Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar.
Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?”

O amor preenche, cuida e protege. Eu me amo, por isso não ando com quem me coloca pra baixo. Eu me amo, por isso cuido de mim e quero me vestir de maneira confortável e para me sentir bela. Eu me amo, por isso não deixo que o preconceito me entristeça. E como eu acreditaria no amor dos meus pais e do meu filho por mim se eu não entendesse que é possível me amar?

Adotei o amor como filosofia de vida e encontrei no amor as respostas para muitas das minhas questões.

O  amor explica, ensina e resolve tudo.

Eu com o Frederico e o Napoleão, um dog alemão e um dálmata, no sítio da minha amiga, Juliana Telhada (Crédito: Arquivo Pessoal)

Anúncios

Sobre blogfatshion

Modelo Plus Size, empresária e dona de um amor próprio que não tem tamanho, Carla Manso une o útil ao agradável ao escrever sobre moda para quem sonha em ser exatamente o que é.
Esta entrada foi publicada em Noias. ligação permanente.

20 respostas a Ah, o amor…

  1. Simone Fiuza diz:

    Parabéns pelo texto…realmente diz o momento q vc esta passando…fico feliz por issoooo…MUITO FELIZ!!!

    Bjokas

  2. Erika Gobbi diz:

    Linda foto, lindo texto!!! O amor, ah o amor…… rsrs. O que acho ruim de tudo isto é o preconceito. Pq muitos homens deixam de se envolver com uma gordinha não por achar que ela não pode amar. Muitas vezes eles tem vontade, sabe que a gordinha é muito gente boa, que vale a pena… mas deixa de se envolver por vergonha dos amigos p. ex. Bom, este tipo de homem jamais deveria passar por perto da gente, né?? Já provou que não merece nenhum tipo de atenção…. Beijos, beijos… e muito amor prá nós!

  3. D'ebora diz:

    Queria me sentir sempre assim….como em suas palavras.
    MAs… as vezes, ando tão “sentida”…
    Eu sou amada, Carla. Muito amada.
    Mas confesso que não me dou tanto valor assim, como o valor que recebo.
    Vou mudar…aliás, já estou mudando…!
    Porque antes, era pior! Crescer com todos a te julgar não é fácil.
    Porém, ter pessoas como você, Carla, a dar um exemplo tão bonito e forte , é bom demais!
    Um dia, vou dominar essa tristeza e chutar-lhe o fundilho!!…pra beemmm longerssss

  4. Paulo diz:

    Carla, eu adoro ler suas mensagens, são muito simples e diretas.
    E aproveito para dizer que você é uma graça!
    Parabéns!

  5. Nenival Lima - Salvador-Ba. diz:

    O amor é tudo ! Sem ele, nem se vive direito! Quem ama, guarda um tesouro no coração – guarda um mundo de felicidade !

  6. Joelma diz:

    Que delícia ler esse desabafo como filosofia de vida, porque isso só acontece com a maturidade!!! Ser feliz e se sentir, é atiude de vida!! Parabéns!

  7. MARA diz:

    CARLA, SUAS REPORTAGENS SÃO UM ESTIMULO PARA MINHA FILHA ADOLESCENTE, QUE SOFRE COM ESSA QUESTÃO DA OBESIDADE E ESSA MÍDIA/ MODA TÃO “MAGRICELA” …

  8. Mônica diz:

    Carla
    O amor que é transmitido através da sua mensagem é muito contagiante, felizes os que o sentem, é um presente divino.. Hoje, são poucos os que se identificam com esta magia simples, infinita, tão rica, natural e sem custo algum.. Se me permite? Ouso comentar, o Amor Universal( Lei da sobrevivência – Causa/efeito) interagiu o você pessoal/particular ao mundo real e resulto numa essência pura, procurada por todos dentro de cada visão de valores. Você descobriu o seu melhor! Aflorou a sua pura essência como ser humano. Difícil mas, não é impossível. Você vai ser testada muito,muito,muito, sempre, sempre,sempre para ter dúvidas deste sentimento puro. SEJA FIRME – ACREDITE SEMPRE – O MELHOR PARA TUDO E TODOS É VOCÊ SER ASIM, MARAVILHOSA!!!!! UM ABRAÇO, MÔNICA JUNDIAÍ-SP

  9. Luciana G. diz:

    Emocionada…Pois me sinto assim simplesmente amada, como se ama tudo. E um pouco entristecida por não acreditarem…Não por mim, mais por não terem ainda descoberto o amor.
    Quando próximas tento contagiar e quando longe tento não lamentar.

    Vida Longa !!!!

  10. Mônica diz:

    Carla
    O amor que é transmitido através da sua mensagem é muito contagiante, felizes os que o sentem, é um presente divino.. Hoje, são poucos os que se identificam com esta magia simples, infinita, tão rica, natural e sem custo algum.. Se me permite? Ouso comentar o Amor Universal( Lei da sobrevivência – Causa/efeito) interagiu o você pessoal/particular ao mundo real e resultou numa essência pura, almejada por todos dentro de cada visão de valores. Você descobriu o seu melhor! Aflorou a sua pura essência como ser humano. Difícil mas, não é impossível. Você vai ser testada muito,muito,muito, sempre, sempre,sempre para ter dúvidas deste sentimento puro. SEJA FIRME – ACREDITE SEMPRE – O MELHOR PARA TUDO E TODOS É VOCÊ SER ASSIM, MARAVILHOSA!!!!! UM ABRAÇO, MÔNICA JUNDIAÍ-SP

  11. JOSY diz:

    Olha, achei lindo sua mensagem, eu sou bem gorduxa….me sinto triste com isso….acho que existe muito preconceito das pessoas, e sinto uma infelicidade enorme dentro de mim…tenho 2 filhos que amo demais…e deixo de fazer varias coisas pq sinto vergonha de sair…mas agora que achei ” vc ” e com essa auto estima la encima,vou ta sempre por aqui e como vc disse , temos que ta com quem nos coloca pra cima….bjus no seu coração.

  12. Denise diz:

    Olá, Carla!

    Recentemente, descobri seu blog e somente hoje li seus posts antigos. E como me reconheci em tudo o que escreveu! E como me senti confortada por, mesmo de longe, sentir que alguém entende tudo o que já passei e passo. Cada detalhe… Por que todas essas idiossincrasias ficam tão ocultas, a ponto de pensarmos que estamos solitários com nossa dor? O mundo parece ocultar-nos totalmente em suas sombras, de forma que não aparecemos, exceto para avivar ainda mais os “belos” corpos, os “saudáveis” corpos ….
    Corpos hoje santificados pela saúde, que camufla o preconceito sórdido que antes tinha como desculpa simples e puramente a beleza. A beleza padrão, a beleza plastificada e artificial. E como fico feliz por você, ao contrário de mim, conseguir se assumir com tanta luz, com tanta nitidez… Fico feliz por você existir e por você estar feliz, por você ser feliz. Eu, na minha fraqueza e condenscendência, me rendo bovinamente à maioria e luto para emagrecer. Mas fico feliz por você ter vencido esse desejo, muitas vezes tão superficial.

    Um abraço!

  13. Daisy diz:

    parabens, como sempre pelos textos.Amor e tudo, e principalmente com agente. E ai que comeca tudo.
    Querida vc e linda e nos gordinhas, somos 1000.
    Bjos

  14. Rita diz:

    Concordo com voce plenamente. Eu também acho que o que importa é a pessoa, e não o seu peso. Tá certo, que agora como eu estou bem acima do meu peso, ou seja , estou gorda,fica fácil concordar não é? RSRSRS. Mas falando sério, concordo com tudo, e estou adorando essa sua fase. PARABENS

  15. Joana diz:

    Carla querida, meu bom ler teus textos, me emociono mais e mais a cada um. Tambem sou bem gordinha, até mais que vc, mas aprendi tbm que tenho que me amar promeiro para depois as pessoas ao meu redor poderem me amar….. Hoje me coloco em primeiro lugar, me amo do jeito que eu sou, e lendo seus material foi o que me ajudou muito….

    Querida, fico grata , e continue escrevendo mais e mais….

  16. Edivaldo Santos diz:

    Vc é mais uma vez a prova de que nunca se falou tanto em amor, ternura afeto,paz etc…

    Infelizmente só palavras.

  17. ALINE diz:

    Nós realmente só podemos acreditar no amor das outras pessoas se nos amarmos acima de tudo. Logo depois que tive minha filha fiquei péssima com meu ganho de peso, não me amava e parei de acreditar no amor de meu marido, pirei !! Agora me sinto linda, não vejo más os “fofinhas” do maridão como ofença, acha até “bunitinho”!! Sempre acompanho as materias de moda, até acho que poderia ser um Modelo Plus Size de sucesso, rsrsrs. EU ME AMO DEMAIS !
    Posso dizer que suas reportagens me ajudaram a achar meu “Própio Amor” !

  18. Antonio Carlos diz:

    Oi Carla,todas as fotos do ensaio ficaram simplesmente M A R A V I L H O S A S!!! você é um oásis de sensualidade,sedução e beleza!!!`.É pena que a maioria ainda tem a cabeça conduzida pela cruel ditadura da midia em geral. A quem foi dado o poder de classificar e julgar o que é belo ou feio?!!!. Você representa a voz de milhões de oprimidas,você tem o poder de derrubar idéias tão ridiculas ,preconceituosas, que têm massacrado ao longo da história principalmente nossas valorosíssimas e belas mulheres!!!. A poesia, o convite ao devaneio está completamente expresso em tão vaporosas imagens!! Quase uma imagem divina!!!……. Bjos, Parabéns!!!!

  19. Diogo Fernando diz:

    Bom; vou falar da foto primeiro.
    Que cachorros lindos; (adoro cachorros) e seu cabelo é muito lindo também.

    Adorei o post e não diz nada mais que a verdade; e o que diz Fernando Pessoa é talvez o que TODOS nós deveriamos pensar.
    É bom se sentir assim.

    Mesmo porque, ser gorda não impediu você e MUITAS outras de serem belas, sensuais e maravilhosas. Não deve em nada para muitas outras por aí, pelo contrário…Pra mim, até saem na frente rsrs.

    Beijos ;*

  20. HEBER diz:

    Penso o mesmo que você, Carla. Acho que auto estima é tudo na vida, exaltar nossas qualidades, nos faz ver a vida de uma forma diferente, melhor, mais sublime. Sempre tive atração por moças fofinhas, é gosto, não sei explicar, acho muito sexy, beijos, até mais!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s